MMX negocia venda de ações com Anglo American por US$5,5 bi

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008 13:22 BRST
 

Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO/LONDRES (Reuters) - A mineradora MMX, do empresário Eike Batista, anunciou nesta quinta-feira que está em negociações exclusivas com a subsidiária da Anglo American para vender uma parte da empresa por cerca de 5,5 bilhões de dólares.

A Anglo, empresa sediada em Londres, poderá comprar as ações de propriedade de Batista emitidas em uma nova sociedade, denominada Newco, "no âmbito de uma cisão de determinados ativos e passivos da MMX", segundo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Ainda de acordo com a nota da MMX, "se a Operação de Reestruturação for concluída, a Newco deterá a participação da companhia de 51 por cento no Sistema MMX Minas-Rio (excluída a participação acionária de 51 por cento na LLX Minas-Rio atualmente detida pela LLX), bem como a participação de 70 por cento da companhia no Sistema MMX Amapá".

"Estou muito feliz que o senhor Batista tenha concordado com o preço proposto pelas suas ações na Newco", declarou em um comunicado a presidente executiva da Anglo American, Cynthia Carrol.

Pela proposta, a Anglo irá pagar cerca de 5,5 bilhões de dólares pelas ações da nova companhia, ou 361,12 dólares por ação da Newco.

"A Anglo American vai continuar avaliando o real potencial de expansão nesses projetos, particularmente devido às perspectivas extremamente positivas de longo prazo para a indústria de minério de ferro", acrescentou Carrol.

O minério de ferro, principal negócio da MMX, passou por uma explosão de preços nos últimos anos, com alta da ordem de 71,5 por cento em 2005; 19 por cento em 2006 e 9,5 por cento em 2007. As negociações de preços em andamento sinalizam para novo ajuste entre 30 e 50 por cento.

"É positivo para o setor como um todo, porque mostra a consolidação e a valorização dos ativos de minério no mundo", informou a analista da Àgora Cristiane Viana.   Continuação...