17 de Setembro de 2008 / às 15:37 / 9 anos atrás

CONSOLIDA-Morgan Stanley e Goldman despencam; HBOS negocia venda

Por Jack Reerink e Douwe Miedema

NOVA YORK/LONDRES, 17 de setembro (Reuters) - Os sinais de dificuldade no setor financeiro se ampliavam nesta quarta-feira. As ações dos bancos Morgan Stanley e Goldman Sachs despencavam, e a maior concessora de empréstimos hipotecários da Grã-Bretanha, a HBOS, parecia pronta para ser comprada.

O resgate no valor de 85 bilhões de dólares da AIG (AIG.N) pelo Federal Reserve surtiu pouco efeito de calmaria em Wall Street e por todo o mundo.

Na última demonstração de ansiedade por regulação, a SEC (órgão regulador do mercado de capitais norte-americano) reforçou as regras contra vendas abusivas a descoberto.

O custo de empréstimos overnight em dólar superava 10 por cento, indicando a falta de confiança que engolhe o mercado de juro interbancário na Europa.

Ações de dois dos maiores bancos de investimento dos Estados Unidos, o Goldman (GS.N) e o Morgan Stanley (MS.N), caíam 22 por cento e 40 por cento, respectivamente, mesmo depois de ambos terem divulgado lucro acima do esperado.

“O aperto no crédito está se intensificando”, disse Peter Boockvar, estrategista de ações do Miller Tabak & Co, em Nova York.

A AIG, que tem negócios que variam de seguro de vida a leasing de aviões em 130 países, está pagando no momento mais de 11,4 por cento de juros pelo empréstimo.

GANHANDO TEMPO

O resgate da AIG deu algum tempo para que investidores confrontem a turbulência econômica sem precedentes, que alterou as estruturas de Wall Street.

“Graças a Deus”, exclamou Daniel Fuss, influente gestor de ações que acompanha mais de 100 bilhões de dólares na Loomis, Sayles & Co, em Boston.

“A AIG está ligada a tantas pessoas e se conecta a muitas companhias em todo o mundo. Este é um enorme alívio a muitos setores do mercado financeiro.”

O Fed entrou em cena em meio a preocupações de que um colapso da AIG pudesse causar danos em larga escala ao sistema financeiro global, apesar de alguns atores do mercado terem argumentado que a ação do governo traz somente uma folga de curto prazo e pode trazer prejuízos a longo prazo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below