Vale e OGX aguardam análise da ANP para entrar na 9a rodada

quarta-feira, 17 de outubro de 2007 18:58 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As mineradoras Companhia Vale do Rio Doce e OGX, empresa da MMX, que pretendem pela primeira vez participar do leilão de áreas de exploração de petróleo e gás da ANP (Agência Nacional do Petróleo), entregaram documentação na agência confirmando planos de estarem na disputa.

Os documentos das duas empresas ainda passam pela fase de análise, segundo assessoria da ANP, que até esta quarta-feira, véspera da data limite de inscrição, só qualificou dez empresas para o leilão. Normalmente, os leilões da agência atraem mais de 40 empresas.

Estão confirmadas até o momento para disputar nos dias 27 e 28 de novembro os 312 blocos que serão ofertados as seguintes empresas: Ral Engenharia; Repsol YPF Brasil; BG E&P Brasil; BP; Petrorecôncavo; Queiroz Galvão Óleo e Gás; Vitória Ambiental; Construtora Cowan; W.Washington; e Starfish Oil.

Os blocos ofertados estão distribuídos em 20 setores, totalizando cerca de 97 mil quilômetros quadrados em nove bacias sedimentares: Campos, Espírito Santo, Pará-Maranhão, Parnaíba, Pernambuco-Paraíba, Potiguar, Recôncavo, Rio do Peixe e Santos.

(Por Denise Luna)