JURO-Projeções fecham sem tendência comum na BM&F

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007 16:23 BRST
 

SÃO PAULO, 17 de dezembro (Reuters) - As projeções de juros fecharam a segunda-feira sem rumo comum e volume reduzido de negócios.

O contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) janeiro de 2009 --o mais negociado-- subiu de 11,93 para 11,95 por cento ao ano, enquanto o DI janeiro de 2010 caiu de 12,61 para 12,60 por cento.

O avanço das taxas, ainda que discreto, ficou concentrado nos contratos de prazo menor.

Nos demais mercados financeiros, o dia foi de mal-estar, com queda de mais de 3 por cento do principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo durante à tarde e alta do dólar frente ao real.

No mercado aberto, o Banco Central recolheu 10,768 bilhões de reais das instituições por um dia, a taxa equivalente a 11,20 por cento ao ano.

(Texto de Daniela Machado; Edição de Alexandre Caverni)