Grandes companhias aéreas dos EUA vêem perdas de US$10bi em 2008

terça-feira, 17 de junho de 2008 19:28 BRT
 

Por John Crawley

WASHINGTON, 17 de junho (Reuters) - As principais companhias aéreas norte-americanas projetaram nesta terça-feira que podem perder até 10 bilhões de dólares em 2008 devido aos altíssimos custos dos combustíveis, uma soma que quase se iguala à maior perda da indústria em 2002.

James May da Associação de Transportes Aéreos também afirmou ao Senado que mais de 200 comunidades podem perder serviço aéreo como resultado dos cortes da capacidade das empresas em uma forma de poupar dinheiro.

"A economia deste país está instrinsecamente ligada à viabilidade do sistema de tranporte aéreo. Se as companhias aéreas continuarem caindo, a economia também continuará", disse May.

Analistas de Wall Street também previram perdas multibilionárias para as grande companhias aéreas que estão gastando 50 por cento a mais em combustível neste ano. Os custos totais dos combustíveis devem chegar a 61 bilhões de dólares, o maior gasto para as companhias.

As ações das companhias subiram nesta terça-feira, com os preços globais do petróleo recuando das altas recordes. No entanto, as ações da United Airlines, unidade da UAL UAUA.O, caíram 2,6 por cento para 7 dólares após a companhia projetar que sua conta com combustível deverá atingir 9,5 bilhões de dólares em 2008.