PANORAMA1-Inflação no Brasil e petróleo nos EUA recheiam agenda

quarta-feira, 18 de junho de 2008 07:57 BRT
 

SÃO PAULO, 18 de junho (Reuters) - Em meio ao debate sobre o rumo e a extensão do ciclo de aperto monetário, o mercado terá dois índices de preços para analisar nesta quarta-feira.

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), divulgou nesta manhã que a inflação ao consumidor em São Paulo recuou para 1,26 por cento na segunda quadrissemana de junho, um recuo ante a alta de 1,30 por cento registrada na quadrissemana anterior.

O resultado ficou em linha com as expectativas do mercado. Segundo mediana de 10 estimativas ouvidas pela Reuters, o índice deveria apresentar alta de 1,25 por cento na segunda quadrissemana.

Já o prognóstico para o Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) é de avanço de 1,98 por cento em junho, acima do 1,52 por cento de maio.

Muitos analistas acreditam que os preços internacionais das commodities continuarão influenciando os IGPs --formados sobretudo pelos preços no atacado-- por mais algum tempo, além dos dissídios salariais do setor de construção que ocorrem nesta época do ano.

"Alívio só a partir de julho", disse Jankiel Santos, economista-chefe do Bes Investimento.

COMMODITIES E ENERGIA

Após três quedas seguidas, os preços do petróleo nos Estados Unidos podem retomar uma tendência de alta, pelo menos no que depender dos dados semanais sobre os estoques norte-americanos.   Continuação...