BOLSA EUROPA-Ações afundam puxadas por setor bancário

segunda-feira, 17 de março de 2008 14:26 BRT
 

PARIS, 17 de março (Reuters) - As ações européias fecharam em queda de mais de 4 por cento nesta segunda-feira, fechando em seu menor nível em 2 anos e meio à medida que a venda do banco Bear Stearns BSC.N iniciou uma forte onda de vendas de ações bancárias.

Mas a maior baixa da sessão foi do grupo alemão Siemens (SIEGn.DE: Cotações), que mergulhou 18 por cento após atrasos em projetos e cancelamentos de pedidos deflagrarem preocupações com seu resultado.

Segundo dados preliminares, o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que reúne as principais ações das empresas européias, despencou 4,4 por cento, para 1.199 pontos. O índice caiu aproximadamente 20 por cento desde o início do ano, caminhando para bater seu pior desempenho trimestral desde 2002.

O JPMorgan Chase (JPM.N: Cotações) disse no domingo que irá comprar seu rival Bear Stearns BSC.N por um preço bem baixo, alimentando preocupações de que a crise global de crédito ainda pode piorar.

"Não há dúvidas de que o cenário do Bear Stearns pode se repetir na Europa", disse Marie-Pierre Peillon, chefe de ações e crédito da Groupama Asset Management.

Em LONDRES, o índice Financial Times .FTSE fechou em queda de 3,86 por cento, a 5.414 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX retrocedeu 4,18 por cento, para 6.182 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 .FCHI caiu 3,51 por cento, para 4.431 pontos.

Em MILÃO, o índice Mibtel .MIBTEL encerrou em baixa de 3,52 por cento, a 23.371 pontos.   Continuação...