Fifa elege Marta a melhor do mundo pela 2a vez seguida

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007 18:32 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - Marta é bicampeã do prêmio da Fifa de Melhor Jogadora do Ano. Nesta segunda-feira, a brasileira foi eleita a melhor de 2007, repetindo a conquista do ano passado.

A meia-atacante foi artilheira e considerada a melhor da Copa do Mundo da China, em setembro, quando a seleção brasileira ficou com o inédito vice-campeonato.

"Estou muito feliz por estar aqui e podem ter certeza que vou trabalhar firme para voltar outras vezes", disse Marta, chorando, após receber o troféu das mãos do ex-jogador alemão Franz Beckenbauer.

A meia-atacante agradeceu a Deus, às companheiras de seleção e de seu clube, o sueco Umea, aos amigos, parentes e em especial à mãe pela conquista.

A também brasileira Cristiane ficou em terceiro lugar na eleição, atrás de Birgit Prinz, da Alemanha, autora de um dos gols da vitória de 2 x 0 na final da Copa.

Mesmo com a derrota brasileira e após perder um pênalti na decisão, Marta, de 21 anos, foi o grande nome do Mundial. Ela encantou o mundo com jogadas de extrema habilidade.

Uma delas, em especial, chamou a atenção: ao receber a bola de costas para a adversária, ela deu um toque de calcanhar, dando uma meia-lua, e partiu com a bola para a área dos Estados Unidos. A brasileira deu mais um drible bonito antes de empurrar a bola para as redes.

Também pela seleção, Marta se destacou nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em julho, quando o Brasil levou a medalha de ouro num Maracanã lotado.

Marta apareceu para o público em 2003, quando disputou o Pan de Santo Domingo e ajudou o Brasil a ser campeão. Pouco depois, aos 18 anos, foi contratada pelo Umea, da Suécia, onde é tricampeã nacional. A jogadora também conquistou a medalha de prata na Olimpíada de Atenas em 2004.   Continuação...

 
<p>Melhor jogadora do mundo em 2007, brasileira Marta segura trof&eacute;u da Fifa em Zurique. Marta &eacute; bicampe&atilde; do pr&ecirc;mio, repetindo a conquista do ano passado. Photo by Christian Hartmann</p>