Fantasma da estagflação assombra Wall St e bolsas caem

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007 20:19 BRST
 

Por Ellis Mnyandu

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas norte-americanas fecharam em queda na segunda-feira devido a preocupações de que os persistentes problemas no setor de moradias, combinado com preços em alta, representem uma ameaça do tipo da estagflação dos anos 1970.

O índice Dow Jones recuou 1,29 por cento, a 13.167 pontos. O Standard & Poor's 500 caiu 1,50 por cento, para 1.445 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq perdeu 2,32 por cento, a 2.574 pontos.

Relatórios do governo mostraram na semana passada crescentes pressões sobre os preços em novembro, enquanto preocupações sobre a crise imobiliária se intensificaram após notícias de que a confiança entre construtores nos EUA chegou ao menor patamar pelo terceiro mês consecutivo em dezembro.

Ações de companhias industriais sensíveis ao ciclo econômico caíram. A fabricante de equipamentos pesados Caterpillar perdeu 3 por cento.

Papéis de tecnologia também desvalorizaram por temores de que a previsão de gastos corporativos estava perdendo força. Ações da Apple sofreram a maior queda em cinco semanas, caindo 3,2 por cento.

"A palavra estagflação está sendo bastante usada", disse Frederic Dickson, vice-presidente sênior da D.A. Davidson.

A estagflação, que define aumento de preços ao mesmo tempo em que ocorre estagnação da economia, foi vista pela última vez no fim dos anos 1970.

"Isso é algo que levaria investidores a realizar lucros em setores economicamente sensíveis como indústria, materiais e tecnologia", disse Dickson.