Fidel sugere que não se apegará ao poder em Cuba

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007 22:04 BRST
 

HAVANA (Reuters) - O líder cubano Fidel Castro, que se recupera de uma doença que o afastou do poder na ilha, sugeriu nesta segunda-feira, em carta lida na TV estatal, que não pretende se apegar ao poder nem obstruir o caminho de novas lideranças.

Foi a primeira referência de Fidel ao seu futuro político desde que transferiu o poder ao seu irmão Raúl no dia 31 de julho de 2006. Desde então, Fidel, de 81 anos, não aparece em público.

(Por Esteban Israel)