BOLSA EUROPA-Bancos e petróleo impulsionam mercados

sexta-feira, 17 de outubro de 2008 08:08 BRT
 

Por Sitaraman Shankar

LONDRES, 17 de outubro (Reuters) - As bolsas de valores da Europa operavam em alta nesta sexta-feira, acompanhando ganhos nos Estados Unidos e na Ásia. Investidores aproveitam para comprar ações abatidas de bancos e papéis do setor de energia que foram impulsionados por aumento no preço do petróleo.

Às 8h04 (horário de Brasília), o índice das principais ações européias FTSEurofirst 300 .FTEU3 registrava alta de 2,3 por cento, para 878 pontos.

Os grupos do setor petrolífero BP (BP.L: Cotações), Total (TOTF.PA: Cotações) e Shell (RDSa.AS: Cotações) registravam alta de mais de quatro por cento cada pegando carona nos preços do petróleo que tinham alta de 1,65 por cento, 70,99 dólares por barril. A alta na commodity é incentivada por expectativas crescentes de um corte de produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

O banco italiano UniCredit (CRDI.MI: Cotações) registrava valorização de 5,56 por cento, depois de interessados da Líbia terem dito que adquiriram uma pequena participação no grupo. O Intesa SanPaolo (ISP.MI: Cotações) e o HSBC (HSBA.L: Cotações) acumulavam ganhos de 2,8 e 1,46 por cento, respectivamente.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 10 por cento na segunda-feira, e 3 por cento na terça, impulsionado por esforços de governos para destravar os empréstimos bancários. Entretanto, o índice sofreu queda de 6,5 por cento e 5 por cento nos dois dias seguintes, pressionados por temores de recessão.

"Esta é a semana mais volátil que já vimos", disse Thierry Lacraz, estrategista do banco suíço Pictet em Genebra. "A coisa mais inteligente a se fazer é continuar de olho e não fazer grandes apostas."

"O ambiente econômico global ainda está muito negativo, especialmente nos Estados unidos, onde vimos uma queda dramática na produção industrial", acrescentou ele.

O índice europeu DJ Stoxx de tecnologia exibia a maior valorização percentual, com alta de mais de 6 por cento, depois que o Google (GOOG.O: Cotações) divulgou resultado trimestral acima das expectativas e a IBM (IBM.N: Cotações) informou que cumprirá metas de longo prazo.   Continuação...