17 de Janeiro de 2008 / às 18:34 / 10 anos atrás

Arrecadação federal cresce 11% em 2007 e bate recorde

Por Isabel Versiani

BRASÍLIA (Reuters) - Alavancada pelo crescimento da economia, a arrecadação de impostos e contribuições do governo federal cresceu 11,1 por cento em termos reais em 2007 frente ao ano anterior e alcançou o valor recorde de 615,043 bilhões de reais.

Os dados foram divulgados pela Receita Federal do Brasil nesta quinta-feira.

O secretário da Receita, Jorge Rachid, afirmou que a expectativa do governo é que, em 2008, o recolhimento de tributos volte a crescer como resultado do aquecimento econômico, mas em ritmo inferior ao do ano passado por conta da extinção da CPMF.

"Agora evidentemente temos que trabalhar com um cenário de realidade onde não temos a CPMF", afirmou Rachid a jornalistas.

Ele frisou que ainda que a carga tributária tenha aumentado no ano passado, o que só poderá ser confirmado após a divulgação dos valores do Produto Interno Bruto, o crescimento terá sido "virtuoso", uma vez que não refletiu a elevação de alíquotas.

No ano passado, o recolhimento do Imposto de Renda cresceu 13,2 por cento frente a 2006, para 163,4 bilhões de reais, em valores corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo(IPCA).

As receitas da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) subiram 18,7 por cento no mesmo período, para 35,143 bilhões de reais. Considerando apenas a CSLL cobrada dos bancos, o crescimento foi de 59,6 por cento.

Entre as receitas atípicas de 2007, a Receita destacou em nota os tributos recolhidos em operações de abertura de capital das empresas (IPO, na sigla em inglês).

No ano passado, apenas os IPOs promovidos pela Bovespa, a BM&F e a Redecard geraram 7,266 bilhões de reais aos cofres públicos em recolhimento de IR e CSLL, disse a Receita.

A Receita informou, ainda, que a arrecadação somou 65,632 bilhões de reais em dezembro, 11,6 por cento superior aos 58,818 bilhões de reais recolhidos no mesmo período de 2006.

Em todo o ano de 2006, a arrecadação foi de 553,668 bilhões de reais.

Por Isabel Versiani

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below