JURO-Maioria das taxas fecha em alta em dia tenso no exterior

segunda-feira, 17 de março de 2008 16:27 BRT
 

SÃO PAULO, 17 de março (Reuters) - A maioria das projeções de juros fechou em alta na Bolsa de Mercadoras & Futuros (BM&F) nesta segunda-feira, em mais um dia de tensão nos mercados internacionais em meio à crise global de crédito.

O contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) janeiro de 2009 subiu de 12,25 para 12,26 por cento ao ano. O DI janeiro de 2010, o mais negociado, avançou de 13,09 para 13,12 por cento.

Os mercados mundiais reagiram mal à compra do Bear Stearns pelo JP Morgan por um valor bem inferior ao de mercado, diante da perda de liquidez do quinto maior banco de investimento dos Estados Unidos.

Além disso, o Federal Reserve cortou a taxa de redesconto no domingo, num sinal de que a situação no mercado de crédito continua complicada.

O Banco Central fez duas operações no mercado aberto nesta manhã. Na primeira, recolheu 8,942 bilhões de reais dos bancos, até 31 de março, a 11,20 por cento ao ano. Na segunda, tomou 11,198 bilhões de reais, por 1 dia, a 11,19 por cento ao ano.

(Por Silvio Cascione; Edição de Daniela Machado)