Com poucos negócios, dólar segue ânimo dos mercados e cai

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008 16:26 BRT
 

Por Fabio Gehrke

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda nesta segunda-feira, em dia de poucos negócios devido ao feriado norte-americano do Dia do Presidente e aproveitando a alta na Bolsa de Valores de São Paulo .

A moeda norte-americana caiu 0,97 por cento, a 1,737 real, menor nível em mais de um mês. O bom humor dos mercados e o baixo volume negociado pressionou a divisa para o menor valor de fechamento desde 14 de janeiro deste ano.

O feriado nacional norte-americano, que manteve as bolsas de Wall Street fechadas, não impediu que os mercados financeiros operassem com otimismo nesta segunda-feira.

Na Europa, o principal índice acionário fechou em alta de quase 2 por cento, enquanto que os índices futuros das bolsas norte-americanas subiram mais de 1 por cento. Nesta tarde, o Ibovespa operava em território positivo, com valorização acima de 2 por cento.

Segundo Vanderlei Arruda, gerente de câmbio da corretora Souza Barros, o movimento do mercado cambial desta segunda-feira é "praticamente todo local".

"No exterior, as principais bolsas estão em alta, são indícios de que as bolsas poderão ter uma semana mais bem humorada", disse Arruda, ressaltando que o pequeno volume de negócios potencializa as variações da moeda norte-americana.

"O mercado está em dia morto", disse João Medeiros, diretor de câmbio da Pioneer Corretora. "Mas a gente teve essa notícia da Vale que animou os mercados, e a notícia do Meirelles reafirmando sua política", continuou Medeiros se referindo à notícia do aumento preço do minério de ferro vendido a clientes asiáticos e aos comentários do presidente do Banco Central de que o país está preparado para enfrentar a crise econômica que atinge os mercados mundiais.

Na última hora de negócios, o BC realizou um leilão de compra de dólar no mercado à vista. A autoridade monetária definiu a taxa de corte a 1,7379 real e aceitou, segundo operadores, uma proposta.