Responsável por fraude no Société Générale deixa prisão

terça-feira, 18 de março de 2008 12:19 BRT
 

PARIS (Reuters) - Jerome Kerviel, ex-operador do Société Générale culpado pela instituição pela maior fraude bancária da história, deixou a prisão nesta terça-feira após vencer uma batalha legal contra a detenção.

Kerviel, 31, caminhou livre da prisão Sante, em Paris, após cinco semanas de cadeia. Enquanto isso, investigadores continuam a examinar os grandes prejuízos do banco francês .

Parecendo relaxado, com um terno escuro, camisa rosa e sem gravata, o ex-operador caminhou pela calçada acompanhando pela sua advogada Elisabeth Meyer.

Kerviel não falou com os jornalistas, mas parou brevemente para as câmeras e foi levado em carro pequeno.

Nos termos de sua liberdade condicional, ele está sujeito a limitações de movimentação e contatos.

O Société Générale divulgou um prejuízo de 4,9 bilhões de euros (7,64 bilhões de dólares) em 24 de janeiro. Segundo o banco, o problema foi causado por operações não autorizadas feitas por Kerviel, um operador júnior.

Ele está sendo investigado por mentira, uso ilegal de computadores e falsificação.