Explosões matam 115 na volta de ex-premiê ao Paquistão

quinta-feira, 18 de outubro de 2007 20:38 BRST
 

Por Asim Tanveer

KARACHI (Reuters) - Um suposto homem-bomba matou 115 pessoas num ataque contra um veículo no qual a ex-primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto atravessava Karachi, ao retornar de um exílio de oito anos.

Autoridades disseram que Bhutto está em segurança, em sua casa, depois de deixar o caminhão sobre o qual percorria ruas lotadas de centenas de milhares de partidários.

"A senhora Bhutto está segura e foi levada para sua residência", disse Azhar Farooqui, uma importante autoridade policial em Karachi.

Militantes ligados à Al Qaeda, irados com o apoio expressado por Bhutto à guerra dos Estados Unidos contra o terrorismo, haviam feito ameaças a ela esta semana.

O médico da polícia Ejaz Ahmed disse à Reuters que 80 mortos foram levados a três hospitais da cidade. Um repórter da Reuters contou 35 corpos em outro hospital.

Um porta-voz do Ministério do Interior disse que há 100 feridos.

Funcionários dos serviços de resgate arrastaram cadáveres dos destroços retorcidos de veículos em chamas, enquanto as chamas iluminavam o céu noturno, após duas explosões na cidade mais violenta do Paquistão.

"A explosão atingiu duas viaturas policiais que escoltavam o caminhão que levava Bhutto. O alvo era o caminhão", afirmou Farooqui à Reuters.   Continuação...