PT quer Palocci na relatoria da reforma tributária

terça-feira, 18 de março de 2008 15:57 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O PT defende a nomeação do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci para a relatoria da reforma tributária na comissão especial da Câmara dos Deputados que tratará da questão, afirmou o líder do partido na Câmara, Maurício Rands (PE), nesta terça-feira.

Ele acrescentou que o partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva também pretende apresentar emenda à reforma propondo a implantação de um imposto sobre grandes fortunas.

"A bancada do PT acha que o ministro Palocci, por sua experiência como ministro, a sua grande articulação dentro do Congresso Nacional e na sociedade, é o melhor candidato à relatoria da reforma tributária", afirmou Rands a jornalistas após reunião da bancada do partido com o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Outro nome cotado para a relatoria da reforma, encaminhada pelo governo ao Congresso no final de fevereiro, é a do deputado Sandro Mabel (PR-GO). Segundo Rands, a definição do relator deve ser feita "nos próximos dias".

"Isso é importante para que a gente fixe um cronograma e a reforma tributária possa avançar", afirmou.

O líder do PT afirmou que o partido ainda discute se a emenda para a criação do imposto sobre grandes fortunas será apresentada por meio de projeto de lei ordinária ou complementar.

O PT também ainda não definiu o que considerará grande fortuna para efeitos de taxação --Rands frisou que isso será feito por critérios técnicos.

A proposta de reforma do governo é centrada em impostos indiretos --que incidem sobre bens e serviços-- e não propõe alterações na taxação da pessoa física. (Reportagem de Isabel Versiani)