EXCLUSIVO-InBev quer ganhar apoio do conselho da Anheuser-Busch

quarta-feira, 18 de junho de 2008 16:59 BRT
 

Por Rachelle Younglai

WASHINGTON, 18 de junho (Reuters) - O presidente-executivo da cervejaria InBev INTB.BR recusou-se a comentar o que pode acontecer se a Anheuser-Busch (BUD.N: Cotações) recusar a oferta de compra de 65 dólares por ação, mas assegurou que a companhia está concentrada em ganhar o apoio do conselho da rival norte-americana.

Carlos Brito reuniu-se com o senador republicano Christopher Bond, do Estados do Missouri, para apresentar o plano de compra, assim como fez nesta terça-feira com a democrata Claire McCaskill --ambos opositores declarados de um eventual negócio.

"É o preço máximo e um grande preço", disse Brito à Reuters. Com o valor de 65 dólares por ação, a operação de compra equivaleria a 46,3 bilhões de dólares.

Bond se opõe ao plano da InBev de comprar a Anheuser-Busch, que durante muito tempo teve sua matriz em Saint Louis, no Missouri.

Quando perguntado sobre o que será feito caso a Anheuser-Busch recuse a proposta, o executivo da InBev respondeu: "Estamos tratando de convencer o conselho."

"Estamos muito entusiasmados com nossa proposta. Há muito valor para todos os acionistas e Bond os escutou", comentou Brito. "Para mim, a reunião foi muito produtiva".

Bond divulgou um comunicado depois da reunião, no qual afirma: "meus eleitores no Missouri dizem que a Bud não é para vocês".

Brito já afirmou que tem como objetivo um acordo amistoso e prometeu manter a base da Budwiser em Sant Louis.   Continuação...