Tóquio avança, mas Xangai despenca por petrolífera

sexta-feira, 18 de abril de 2008 08:35 BRT
 

Por Jacqueline Wong

CINGAPURA (Reuters) - As principais bolsas asiáticas fecharam em queda nesta sexta-feira, com o dólar se mantendo firme e o mercado de Xangai despencando mais de quatro por cento pressionado pelas ações da PetroChina caindo abaixo do preço de seu preço de lançamento pela primeira vez.

Às 8h25 (horário de Brasília), o índice MSCI da Ásia Pacífico exceto Japão tinha queda de 0,63 por cento, aos 475,16 pontos.

As commodities se mantiveram em foco em meio à escassez global, com o preço do arroz subindo mais de 4 por cento para um novo recorde, enquanto o ouro e o petróleo também subiam.

O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO fechou em alta de 0,6 por cento, aos 13.476 pontos, na quarta sessão consecutiva de valorização.

O mercados asiáticos tiraram forças no início da sessão do balanço do Merril Lynch, divulgado na quinta-feira e que revelou baixas contábeis de 6,5 bilhões de dólares no primeiro trimestre, em linha com as expectativas de analistas.

A bolsa de SEUL subiu 0,2 por cento, para 1.771 pontos. Em HONG KONG, houve queda de 0,25 por cento, para 24.197 pontos.

TAIWAN perdeu 0,18 por cento, a 9.074 pontos enquanto CINGAPURA fechou praticamente estável, aos 3.124 pontos.

A bolsa de SYDNEY caiu 1,6 por cento, para 5.429 pontos, derrubada por papéis de financeiras.

O principal índice de XANGAI cedeu afetado pela preocupação dos investidores de que a alta no preço do petróleo possa causar prejuízo nas refinarias da PetroChina.

REUTERS RB AAJ