Ações européias fecham em baixa puxadas pelo Bank of America

quinta-feira, 18 de outubro de 2007 14:31 BRST
 

LONDRES (Reuters) - As ações européias fecharam em queda nesta quinta-feira à medida que o fraco resultado do Bank of America reviveu os temores sobre o crédito, atingindo o setor financeiro, e uma nota pessimista de uma corretora incitou uma série de vendas das ações do setor energético que teve alta nos últimos dias.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações das empresas européias, fechou em queda 0,76 por cento, para 1.573 pontos, com o setor financeiro tendo o pior desempenho.

O Alliance & Leicester caiu 3,5 por cento, o Royal Bank Scotland (RBS) retrocedeu 1,6 por cento, o Barclays perdeu 2,7 por cento e o BNP Paribas teve baixa de 1,3 por cento.

As ações petrolíferas patinavam mesmo com o preço do petróleo retomando a sua marcha para cima, cotado a 88,24 dólares o barril. Uma nota pessimista do JP Morgan, incluindo uma baixa para o BG Group, levou os investidores a realizarem lucros após recente ganhos no setor.

O BG Group caiu 1,6 por cento, Total perdeu 1,4 por cento, BP recuou 0,6 por cento, enquanto que a Royal Dutch Shell cedeu 0,2 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 1,02 por cento, a 6.609 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,8 por cento, para 7.921 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 desvalorizou 0,89 por cento, para 5.767 pontos.

Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em queda de 0,95 por cento, a 31.205 pontos.

Já em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,5 por cento, para 15.507 pontos.

E, em LISBOA, o índice PSI20 avançou 0,26 por cento, para 12.785 pontos.