França se diz relativamente inafetada pela desaceleração dos EUA

sexta-feira, 18 de janeiro de 2008 09:26 BRST
 

PARIS, 18 de janeiro (Reuters) - O porta-voz do presidente francês Nicolas Sarkozy afirmou nesta sexta-feira que a França está relativamente inafetada pelo desaquecimento na economia dos Estados Unidos e que o país mantém sua previsão para 2008.

"Até agora a França foi relativamente pouco afetada pela desaceleração no crescimento dos Estados Unidos, do crescimento global e pelos abalos na economia norte-americana", afirmou o porta-voz de Sarkozy, David Martinon, em conferência.

Martinon também manteve a previsão oficial de crescimento de produção da França entre 2,0 e 2,5 por cento para 2008.

"Acreditamos que o crescimento deva ficar em torno de 2,25 por cento este ano", pontuou Martinon.

(Reportagem de Francois Murphy)