Riscos de inflação na zona do euro aumentaram, diz Bundesbank

segunda-feira, 18 de agosto de 2008 07:36 BRT
 

BERLIM (Reuters) - Os riscos de inflação da zona do euro aumentaram e um crescimento econômico mais fraco não irá compensá-los, disse o Bundesbank, o banco central alemão, em um relatório na segunda-feira.

Expectativas de inflação na zona do euro também permaneceram acima de níveis consistentes com estabilidade de preço a médio prazo, acrescentou o banco central alemão na edição de agosto de seu boletim mensal.

"Riscos para estabilidade de preços de médio prazo na zona do euro, junto com fortes pressões externas de preços, aumentaram", disse o Bundesbank em seu relatório.

"O fato de que taxas de crescimento mais baixas são esperadas para a economia no futuro próximo não significa o surgimento, em tamanho suficiente, de um efeito compensatório para a política de estabiidade, que automatiamente equipararia as pressões sobre os preços", acrescentou.

O Banco Central Europeu deixou a taxa de juro inalterada em 4,25 por cento no começo deste mês e insistiu que a inflação ainda era sua principal preocupação, mesmo considerando que riscos de crescimento estavam se formando.

O Bundesbank disse que a inflação na Alemanha poderia aliviar levemente, com os preços de combustíveis, óleo para aquecimento e produtos agrícolas com tendência de queda. Mas a inflação provavelmente permanecerá singificativamente acima de 2 por cento, acrescentou.

A inflação anual alemã atingiu 3,3 por cento em julho.

(Reportagem de Paul Carrel)