Inflação alta na zona do euro é inaceitável, diz membro do BCE

quarta-feira, 18 de junho de 2008 08:48 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A inflação na zona do euro está intoleravelmente alta e é apropriado rever as taxas de juros, afirmou o membro do conselho executivo do Banco Central Europeu (BCE), Juergen Stark.

"A atual taxa de inflação anual na zona do euro, de 3,7 por cento em maio, é inaceitavelmente alta. Isso é motivo para alarme e para um intenso estado de vigilância", afirmou Stark em discurso ao Banking Institute, em Colônia, na terça-feira, segundo texto apresentado no site do BCE.

"Considero aconselhável revisar a adequação do atual patamar das taxas de juros", afirmou.

A expectativa do mercado é de que o BCE eleve as taxas de juros de 4,0 para 4,25 por cento no mês que vem, o primeiro aumento em mais de um ano, depois que o presidente Jean-Claude Trichet afirmou no início do mês que um aumento na taxa de juros em julho é possível, porém incerto.

Stark, uma das autoridades mais alertas sobre a inflação no BCE, afirmou que há indicações de que a crescente inflação está causando contínuos problemas.

"O grau de incerteza devido às tensões nos mercados financeiros continua alta, e elas continuam, apesar de haver melhora em alguns setores".