Vale consegue aumento de até 71% para o minério em 2008

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008 17:46 BRT
 

Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Vale anunciou nesta segunda-feira que após meses de negociações fechou acordos com siderúgicas asiáticas para aumentos de 65 e de 71 por cento nos valores do minério de ferro que exporta.

Os aumentos ficaram acima do que era esperado pelo mercado, de algo entre 30 e 50 por cento, elevando os papéis da empresa na Bolsa de Valores de São Paulo. Analistas disseram que o fato eleva o poder da empresa na negociação para a compra da mineradora anglo-suíça Xstrata.

De acordo com a Vale, o minério do Sistema Sul e Sudeste (Minas Gerais), a maior parte dos volumes exportados, terá um reajuste de 65 por cento, enquanto o produto proveniente de Carajás, no Pará, recebeu um prêmio de preço e subirá 71 por cento.

O minério de ferro corresponde a cerca de 40 por cento da receita global da Vale. O ajuste de pelotas, um minério enobrecido, responsável por 9 por cento da receita da Vale, ainda não foi fechado.

Essa é a primeira vez que a mineradora brasileira consegue preços diferenciados para o ajuste do minério e reflete a melhor qualidade do produto retirado do Pará.

O complexo de Carajás produz cerca de 93 milhões de toneladas de minério por ano e está em processo de expansão. O Sistema Sul e Sudeste produz 203 milhões de toneladas.

"O anúncio de um reajuste desta magnitude é altamente positivo para a Vale, principalmente diante da grande incerteza sobre o cenário econômico nos EUA e seu impacto no mundo", afirmou Rodrigo Ferraz, analista da Brascan Corretora.

Perto do fechamento, as ações da Vale subiam 5,4 por cento na Bovespa, enquanto o índice geral da bolsa subia 2,3 por cento.   Continuação...