Indústria brasileira estima expansão de 5% em 2008

terça-feira, 18 de dezembro de 2007 12:46 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O bom desempenho da indústria brasileira de 2007 deve se repetir no próximo ano, de acordo com estimativas feitas pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgadas nesta terça-feira.

Pelos cálculos da entidade, a economia do país, como um todo, terá um crescimento de 5,0 por cento em 2008, ante uma expansão de 5,3 por cento neste ano.

O Produto Interno Bruto (PIB) industrial também deve apresentar as mesmas taxas de variação estimadas para a economia do país nestes dois anos.

O destaque do setor será a indústria de transformação, que deve crescer 5,8 por cento em 2008, segundo estimou a CNI no relatório "Economia Brasileira: Desempenho e Perspectivas".

A demanda interna, que respondeu por boa parte do desempenho econômico de 2007, também deve manter um bom ritmo no próximo.

A CNI espera que o consumo das famílias cresça 6,2 por cento em 2008, seguindo uma taxa de 6,0 por cento de expansão neste ano.

Os investimentos também seguirão em ritmo forte. Depois de crescer 12,8 por cento neste ano, a CNI aposta que a formação bruta de capital fixo --um forma de avaliar os investimentos-- deve crescer 14 por cento.

Para a balança comercial, a CNI estima um superávit de 40 bilhões de dólares agora em 2007, e um saldo positivo de 25 bilhões de dólares no próximo ano. As exportações ao longo de 2008 devem somar 175 bilhões de dólares, enquanto que as importações totalizarão 150 bilhões de dólares.

(Texto de Renato Andrade; Edição de Vanessa Stelzer)