China pára alguns navios de minério de ferro e portos--operador

terça-feira, 18 de março de 2008 08:22 BRT
 

Por Nao Nakanishi

HONG KONG (Reuters) - Alguns carregamentos de minério de ferro australiano com preços cotados no mercado à vista estão parados em portos chineses pois Pequim está atrasando a emissão de permissões de importações, informaram operadores e autoridades portuárias nesta terça-feira.

Eles afirmaram que pelo menos três navios de minério não foram descarregados e também não tiveram permissão para deixarem o porto de Zingang, em Tianjin, no norte do país. As cargas foram compradas por cerca de 190 a 198 dólares a tonelada, incluindo custos e frete. Os valores estão bem acima dos preços a termo, de cerca de 110 a 120 dólares a tonelada.

Outros carregamentos no caminho da China ou que já estejam em águas chinesas enfrentam problemas similares, acrescentaram as fontes.

Os operadores disseram que isso é uma tentativa do governo de Pequim e da indústria em pressionar as mineradoras australianas Rio Tinto e BHP Billiton, que estão tentando romper com a tradição nas negociações de preços de minério de ferro para este ano.

As duas mineradoras querem aumentos de preços no minério de ferro maiores que os 65 e 71 por cento, a depender da graduação, acordados entre siderúrgicas e a Vale .

Cargas cotadas a preços à vista originadas da Austrália, mas que não são das duas mineradoras, estão conseguindo passar pelas autoridades alfandegárias, informou um operador.

(Reportagem adicional de Lucy Hornby)