Criação de empregos formais é recorde no quadrimestre

segunda-feira, 19 de maio de 2008 19:23 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil criou 848.962 novos postos de trabalho com carteira assinada nos primeiros quatro meses de 2008, valor recorde que representa um aumento de 2,93 por cento sobre igual período do ano passado, informou o Ministério do Trabalho nesta segunda-feira.

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostrou que apenas no mês de abril o aumento dos empregos foi de 1 por cento sobre março, totalizando 294.522 postos.

Foi o segundo melhor resultado mensal da série histórica, ficando atrás apenas de abril de 2007.

O resultado reforça a previsão de que o ano se encerrará com criação recorde de empregos, em cerca de 1,8 milhão de vagas, alta de 6 por cento.

"Tal comportamento pode ser creditado à presença de fatores sazonais relacionados à cadeia produtiva da agroindústria, potencializado pelo dinamismo do setor de Serviços e da Construção civil", disse o ministério em nota.

O emprego no setor de Serviços subiu 0,84 por cento no mês, gerando um número recorde para o período de 97.426 vagas. Também foi recorde o número de postos criados pela Construção civil, de 32.071.

A Indústria de Transformação e o Comércio tiveram os segundos melhores resultados para o mês da série.

O setor Agrícola também se destacou, com aumento do emprego em abril de 2,5 por cento e 38.627 novas vagas, em razão da safra da cana-de-açúcar.

(Texto de Vanessa Stelzer)