Dólar tem maior queda diária desde agosto de 2002

sexta-feira, 19 de setembro de 2008 16:29 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar teve a maior queda diária em mais de seis anos nesta sexta-feira, anulando a disparada da véspera com a atuação do Banco Central e o otimismo internacional por um plano dos Estados Unidos contra a crise financeira.

A moeda norte-americana terminou a 1,830 real, com queda de 4,74 por cento. É a maior queda percentual desde 1o de agosto de 2002.

O mercado, porém, não conseguiu reverter completamente a alta acumulada na semana e ainda exibiu valorização de 2,75 por cento em relação à sexta-feira passada.

(Reportagem de Silvio Cascione)