CÂMBIO-Dólar opera em baixa com cenário tranquilo no exterior

quarta-feira, 19 de março de 2008 10:41 BRT
 

SÃO PAULO, 19 de março (Reuters) - O dólar operava em baixa nesta quarta-feira, acompanhando a relativa tranquilidade nos mercados externos após o corte dos juros pelo Federal Reserve.

Às 10h35, a moeda norte-americana BRBY era cotada a 1,685 real, com baixa de 0,35 por cento.

Na véspera, após a decisão do banco central norte-americano de reduzir a taxa básica de juros em 0,75 ponto percentual, o dólar fechou em baixa de 1,91 por cento e praticamente anulou três dias seguidos de alta.

O corte dos juros foi mais uma de uma série de medidas para tentar evitar uma recessão nos Estados Unidos e estabilizar o sistema financeiro, abalado por perdas no mercado de hipotecas de alto risco (subprime).

Nesta terça-feira, outras duas notícias ajudaram a manter o viés positivo nos mercados. O lucro do banco de investimento Morgan Stanley (MS.N: Cotações) no primeiro trimestre fiscal superou as expectativas dos analistas, repetindo o alívio da véspera com os dados do Lehman Brothers LEH.N e do Goldman Sachs (GS.N: Cotações).

Além disso, o governo dos Estados Unidos aumentou o volume de capital que pode ser investido pelas duas grandes empresas federais do setor imobiliário, Freddie Mac e Fannie Mae. Com isso, o mercado de hipotecas poderá receber até 200 bilhões de dólares, segundo o governo.

No Brasil, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) subia 0,05 por cento. O risco Brasil 11EMJ tinha queda de 4 pontos.

Mesmo que o cenário piore, no entanto, a tendência de baixa do dólar deve amenizar uma eventual pressão sobre a moeda, disse Miriam Tavares, diretora de câmbio da AGK Corretora.

"No câmbio, o alto diferencial de juros a favor do Brasil, aumentado ainda mais com o corte do Fed em meio aos bons fundamentos macroeconômicos, deve continuar neutralizando parte das eventuais pressões negativas externas", comentou.

(Por Silvio Cascione; Edição de Alberto Alerigi Jr.)