Copesul faz primeiro embarque de aditivo ETBE para Japão

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008 14:27 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 19 de fevereiro (Reuters) - A Companhia Petroquímica do Sul (Copesul) anunciou nesta terça-feira que fez no domingo o seu primeiro embarque do aditivo para gasolina ETBE para o Japão, mercado que está em conversas com a Petrobras (PETR4.SA: Cotações) para compra de etanol com a mesma finalidade.

Segundo a Copesul, esta é a primeira importação que os japoneses fazem de ETBE produzido na América do Sul.

"O país (Japão) está iniciando seu programa de inclusão de biocombustíveis na matriz energética e vem utilizando importações experimentais de ETBE a título de demonstração. A partir de 2009, o Japão deverá aumentar a demanda pelo aditivo", afirmou a Copesul em nota.

A Copesul, empresa do grupo Braskem (BRKM5.SA: Cotações), produz matérias-primas petroquímicas para as indústrias de termoplásticos, solventes, borrachas sintéticas e combustíveis. A companhia produz o aditivo ETBE (etil tercio butil éter) a partir do processamento de isobuteno e de etanol brasileiro desde setembro do ano passado.

O contrato da primeira exportação para o Japão foi fechado com a Marubeni Corporation, fornecedora da JBSL (Japan Biofuels Supply), cooperativa de serviços das operadoras de combustíveis japonesas, informou a Copesul.

A Copesul produz em média 13 mil toneladas por mês de ETBE e estreou no mercado de biocombustíveis em outubro passado, ao exportar sua primeira carga do aditivo para a Europa. De lá para cá, são cerca de dois a três embarques mensais para o porto de Rotterdan, na Holanda, informou a companhia.

(Reportagem de Denise Luna; Edição de Marcelo Teixeira)