BCE não vê necessidade de reação imediata a petróleo mais caro

sexta-feira, 19 de outubro de 2007 11:58 BRST
 

WASHINGTON, 19 de outubro (Reuters) - O diretor do Banco Central Europeu (BCE) Axel Weber afirmou nesta sexta-feira que a instituição não deve reagir, de imediato, ao aumento dos preços do petróleo, que bateram novos recordes, a menos que eles se mantenham em patamar elevado.

"Estamos agindo de acordo com os desdobramentos de médio prazo", afirmou Weber a jornalistas antes do início da reunião de ministros de Finanças e membros dos bancos centrais do Grupo dos Sete (G7) países mais industrializados do mundo.

"Eu considero que parte dessa evolução dos preços do petróleo vai se normalizar", disse. "Se o preço do petróleo continuar em patamar alto isso irá prejudicar em muito o crescimento".