Inflação pelo IGP-M quadruplica, em linha com o esperado

terça-feira, 20 de maio de 2008 08:09 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A inflação pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) acelerou mais de quatro vezes na segunda leitura de maio, devido sobretudo a uma pressão de custos no atacado, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta terça-feira.

A alta do IGP-M foi de 1,54 por cento na segunda prévia deste mês, ante 0,37 por cento em igual período de abril. Na primeira leitura de maio, o indicador teve alta de 1,36 por cento.

Economistas consultados pela Reuters previam uma taxa de 1,51 por cento, segundo a mediana, com as estimativas variando de 1,47 a 1,60 por cento.

Entre os componentes do IGP-M, o Índice de Preços por Atacado (IPA) teve avanço de 2,02 por cento na segunda leitura do mês, ante alta de 0,22 por cento em igual momento de abril.

O IPA agrícola subiu 2,21 por cento, seguindo a queda de 1,72 por cento na segunda leitura de abril. O IPA industrial teve aumento de 1,95 por cento, contra alta anterior de 0,98 por cento.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu em ritmo menor, em 0,47 por cento, depois de avançar 0,63 por cento na segunda leitura de abril.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) elevou-se em 0,82 por cento, após ter registrado variação positiva de 0,75 por cento na segunda leitura do mês passado.

(Por Vanessa Stelzer)