Trabalhadores de Wall Street se perguntam se pior já passou

sexta-feira, 19 de setembro de 2008 19:37 BRT
 

Por Aarthi Sivaraman e Sarah Coffey

NOVA YORK (Reuters) - Embora os mercados saltaram seguindo as notícias de que o Departamento do Tesouro norte-americano e o Federal Reserve estão trabalhando junto em um plano para resgatar o sistema financeiro, nem todos em Wall Street estão convencidos de que o pior já passou.

Aqui estão as reações, colhidas nesta sexta-feira, sobre os eventos desta semana de pessoas que trabalham em Wall Street:

* "As pessoas estão péssimas. Você pode ver, você pode sentir isso", disse Alfred Lavery, 52 anos, sentado em cela de pequenas estátuas de touros na rua enquanto executivos passavam apressados.

"Olhe ao redor -- O Urso está andando por toda parte." (Em Wall Street, o Touro representa a tendência de alta enquanto o Urso simboliza a de baixa).

* "Não tem opção. (A crise) é massiça. Não há lugar para se esconder", disse um empregado da AIG que afirmou que seu investimento pessoal perdeu 30 por cento nesta semana.

"Está no nível de 1929, eu tenho certeza."

* "Se você tivesse me perguntado um mês atrás se estas coisas poderiam acontecer, eu teria dito não. É enlouquecedor. Eu não acredito que isto esteja acontecendo na minha vida, eu nunca mais vou ver alguma coisa deste tipo acontecer de novo", disse uma pessoa de 33 anos que trabalha em Wall Street.

"Eu não estou otimista de que as coisas vão melhorar, não sem piorar antes. Tem muita coisa por vir antes de melhorar."   Continuação...