Fluxo derruba dólar, que se aproxima de R$1,60

quinta-feira, 19 de junho de 2008 16:22 BRT
 

Por Fabio Gehrke

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda nesta quinta-feira, aproximando-se do patamar de 1,60 real com o contínuo fluxo de entrada de recursos no país.

A moeda norte-americana caiu 0,19 por cento, a 1,604 real. A divisa recuou pela quarta sessão consecutiva e acumula baixa de 1,96 por cento nesta semana.

Segundo Reginaldo Galhardo, gerente de câmbio da Treviso Corretora de Câmbio, a moeda norte-americana vem sendo derrubada pelo fluxo de entrada de recursos no país.

"A gente está com dois graus de investimentos... e o grau de investimento mostra que o país atende as mínimas condições para o investidor poder vir tranquilo", afirmou o gerente lembrando que a forte entrada de recursos, no entanto, já acontecia antes da divulgação da elevação do rating nacional.

"Nós já estávamos carimbados como um país que fez a lição de casa", completou Galhardo.

Nesta quinta-feira, o dólar operou grande parte do dia em queda perto do patamar de 1,60 real, mas para o operador o piso opera como uma "barreira psicológica" que dificilmente será rompida nesta semana.

"A barreira é psicológica mesmo, é uma briga de comprados e vendidos e isso dá equilíbro para o mercado".

Vanderlei Arruda, gerente de câmbio da corretora Souza Barros, tem avaliação semelhante à de Galhardo quanto ao fluxo de entrada de recursos no país e acrescenta a importância das operações de arbitragem, que lucram com o diferencial entre os juros praticados interna e externamente, na forte desvalorização da moeda nos últimos meses.   Continuação...