PANORAMA2-Commodities despencam e encerram trégua pós-Fed

quarta-feira, 19 de março de 2008 17:37 BRT
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 19 de março (Reuters) - A trégua dos mercados após o corte dos juros nos Estados Unidos durou pouco. Nesta quarta-feira, os preços das commodities despencaram e arrastaram junto as bolsas de valores em todo o mundo.

Uma das mais afetadas foi a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), fortemente influenciada pelas gigantes Petrobras (PETR4.SA: Cotações) e Vale (VALE5.SA: Cotações). O real também repercutiu a queda das commodities, devolvendo toda a valorização da véspera diante da moeda norte-americana.

Nos Estados Unidos, o petróleo caiu cerca de 5 dólares com a preocupação de que a desaceleração da maior economia do mundo possa diminuir a demanda por combustíveis.

A queda, porém, não ficou restrita ao petróleo. Outras commodities, como o ouro, perderam valor com a saída de investidores rumo a títulos do Tesouro norte-americano.

Nos últimos dias, muitos investidores haviam considerado as próprias commodities um refúgio diante da turbulência no setor financeiro. Desta vez, a opção foram os Treasuries.

"É absolutamente fuga para segurança", disse Bryan Taylor, economista-chefe da Global Financial Data, em Los Angeles. "As pessoas simplesmente estão preocupadas com o risco dos ativos não-governamentais."

Parte do movimento desta quarta-feira também foi visto como realização de lucros. Na véspera, o índice S&P 500 .SPX havia registrado a maior valorização diária desde outubro de 2002, por exemplo.

  Continuação...