Organizadores mantêm passagem da tocha olímpica pelo Tibet

quarta-feira, 19 de março de 2008 07:57 BRT
 

Por Nick Mulvenney

PEQUIM (Reuters) - O revezamento da tocha olímpica para os Jogos de 2008 passará pelo Tibet como planejado, apesar das tensões na região himalaia, disseram os organizadores do evento na quarta-feira.

"A situação no Tibet estabeleceu essencialmente que o revezamento da tocha olímpica vai ocorrer como planejado", disse Jiang Xiaoyu, vice-presidente-executivo do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Pequim, em entrevista coletiva.

A China alertou sobre uma batalha de "vida ou morte" com o líder espiritual tibetano, o Dalai Lama, enquanto o país busca pôr fim a uma onda de protestos nas regiões tibetanas com prisões e maior controle político.

"Acreditamos firmemente que o governo da região autônoma do Tibet é capaz de garantir a estabilidade de Lhasa e do Tibet, e também tem a capacidade de garantir o progresso do revezamento da tocha no Tibet", acrescentou Jiang.

Ativistas tibetanos protestaram do lado de fora da sede do Comitê Olímpico Internacional (COI) em Lausanne, na Suíça, na terça-feira. Eles exigiam a retirada do Tibet e de três províncias vizinhas do programa de revezamento da tocha olímpica.

A China deve enfrentar mais protestos quando a tocha olímpica passar por 19 cidades fora da China ao longo de sua jornada de 97 mil quilômetros ao redor do mundo em abril. Jiang disse ter uma mensagem para eventuais manifestantes.

"Temos a opinião de que essas atividades são um desafio à Carta Olímpica, um desafio para todos que amam o Movimento Olímpico ao redor do mundo", disse.

"Essas atividades não conquistarão os corações e mentes das pessoas e estão fadadas ao fracasso. A mensagem que tentamos dar por meio do revezamento da tocha é paz, amizade e harmonia."