Pricewaterhouse quer vender logo os ativos do Lehman na Europa

sexta-feira, 19 de setembro de 2008 12:25 BRT
 

LONDRES, 19 de setembro (Reuters) - A PricewaterhouseCoopers, que administra o Lehman Brothers International (Europa), pretende vender as unidades de gestão de ativos e de finanças corporativas do banco norte-americano de investimento nos próximos dias, informou a PwC nesta sexta-feira.

"Estamos discutindo com potenciais parceiros agora e nosso objetivo é completar a operação nos próximos dias", informou a companhia em comunicado.

Mas a venda dos ativos imobiliários do Lehman na Europa deve levar mais tempo, apesar dos administradores terem feito um bom progresso na identificação dos ativos envolvidos, informou a PwC.

O Lehman Brothers International é a unidade européia do Lehman Brothers Holdings LEH.P, que pediu proteção contra falência esta semana.

"Como resultado de ter sido suspenso de todos os mercados, o Lehman Brothers ficou incapaz de operar", informou a PwC.

"Arranjos foram feitos para usarmos os serviços de corretagem de outros participantes do mercado. Isso nos permitiu começar a descobrir algumas das posições de mercado da companhia."

Em um comunicado separado, a PwC informou que identificou ativos imobiliários avaliados em 15 bilhões de dólares sob controle da subsidiária Lehman Brothers UK Real Estate Holdings, que se espalham por 200 subsidiárias e joint-ventures.

Esses edifícios e imóveis estão localizados principalmente na Inglaterra, mas também na Suécia, França, Finlândia, Espanha, Croácia e outros países europeus.

(Por Steve Slater e William Kemble-Diaz)