Para Lula, inflação é "mal" que deve ser combatido por todos

segunda-feira, 19 de maio de 2008 09:29 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu nesta segunda-feira em seu programa semanal de rádio que o combate à inflação seja responsabilidade de todos os brasileiros. Ele também garantiu que o país manterá a alta dos preços sob controle e que a economia crescerá de maneira sustentável.

"(Controlar) a inflação é uma obrigação de todo brasileiro, de cuidar para que ela não aconteça. É do trabalhador que compra, da dona de casa que compra, do empresário que produz, do atacadista que vende, do varejista e do governo", disse Lula em seu programa de rádio semanal Café com o Presidente.

"Todos precisam se preocupar com a inflação, porque ela é um mal muito grande para o país e para as pessoas que vivem de salário."

Nesta segunda-feira, o Banco Central anunciou que o mercado financeiro elevou sua estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2008 e 2009.

A estimativa para o IPCA) no final desse ano passou de 4,96 por cento na semana passada para 5,12 por cento. Para o final de 2009, a expectativa de IPCA subiu de 4,47 para 4,50 por cento.

Lula lembrou que a meta da inflação é de 4,5 por cento ao ano e que tem margem de tolerância de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Ele também garantiu que o governo fará "o esforço que tiver que fazer para evitar que a inflação volte" e voltou a expressar otimismo no crescimento do país.

"Tem muito investimento. Por isso que nós estamos muito otimistas de que vamos manter a inflação baixa. O Brasil vai crescer de forma sustentável durante um longo período", afirmou o presidente no programa.

(Por Eduardo Simões)

 
<p>Lula durante c&uacute;pula em Lima, Peru, 17 de maio de 2008. Photo by Pilar Olivares</p>