Uribe diz esperar rápida aprovação de pacto comercial com EUA

sexta-feira, 19 de setembro de 2008 14:09 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, disse na sexta-feira que espera que os parlamentares dos Estados Unidos aprovem rapidamente um acordo bilateral de livre comércio assinado há dois anos que está parado no Congresso há meses.

"Temos esperança de que a qualquer momento o Congresso dos EUA aprove o acordo de livre comércio", disse Uribe em discurso no Instituto Brookings.

Uribe informou, em resposta a uma pergunta, que havia conversado pelo telefone na quinta-feira com o candidato do Partido Democrata à Casa Branca, Barack Obama, que se opõe ao acordo com a Colômbia.

"Foi uma conversa construtiva", disse Uribe, acrescentando que precisava ser prudente, ao responder se Obama havia indicado que estaria aberto a uma votação do acordo neste ano.

"Sei o quanto é difícil conversar sobre política em uma época em que a política está aquecida", disse Uribe.

Obama, como muitos outros democratas, disse que a Colômbia deve fazer mais para reduzir os assassinatos e outros tipos de violência contra sindicalistas antes do Congresso decidir sobre o acordo.

Mas a Colômbia disse que espera que o Congresso aprove o acordo em uma sessão após as eleições presidenciais e parlamentares de 4 de novembro.

Uribe defendeu o histórico de seu governo e disse que a aprovação do acordo de livre comércio ajudaria a Colômbia a combater a violência e o tráfico de drogas ao atrair mais investimentos norte-americanos, o que iria aumentar os recursos do país.

(Reportagem de Doug Palmer)