BCs estão alertas sobre riscos de desaceleração econômica

segunda-feira, 19 de novembro de 2007 10:35 BRST
 

CIDADE DO CABO, 19 de novembro (Reuters) - Bancos centrais em todo o mundo estão alertas com a correção significativa do mercado e com os riscos ao crescimento, e não é o momento de uma postura complacente, disse nesta segunda-feira o chairman do G10, Jean-Claude Trichet.

Trichet disse, em uma entrevista coletiva, que a economia global está crescendo em um ritmo encorajador, ainda que a maior probabilidade de mudança no cenário seja para uma menor expansão.

"O crescimento global parece que está ocorrendo a uma velocidade que permanece encorajadora... Os riscos de modo geral estão em desaceleração", afirmou. "Precisamos ficar alertas, não complacentes de modo algum."

Ele também apontou riscos ao cenário de inflação oriundos da alta do petróleo, das commodities e dos alimentos. Sobre as taxas de câmbio, Trichet disse que o excesso de volatilidade é indesejável, repetindo a mensagem dos membros do Grupo dos Sete (G7) países mais industrializados, em outubro.

Ele também apontou que os comentários do presidente do banco central chinês, Zhou Xiaochuan, sobre um dólar forte refletem a visão expressada por Washington.

A crise de crédito originada nas hipotecas de alto risco dos Estados Unidos tem causado turbulência nos mercados desde agosto, afetando os bancos de forma global e ameaçando o crescimento mundial.