ATUALIZA-Mercado evita IOF e turbina fluxo de dólar até dia 14

quarta-feira, 19 de março de 2008 13:14 BRT
 

(Texto atualizado com comentário de analista e contexto)

SÃO PAULO, 19 de março (Reuters) - O fluxo cambial surpreendeu o mercado nas duas primeiras semanas de março, com saldo positivo de 9,760 bilhões de dólares, segundo dados do Banco Central divulgados nesta quarta-feira.

O intervalo entre o anúncio e a entrada em vigor das novas medidas cambiais do governo abriu espaço para que os investidores antecipassem entradas, evitando a cobrança de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), disseram analistas.

A maior parte do fluxo positivo foi trazido pelas operações financeiras, com 7,133 bilhões de dólares de superávit. As operações comerciais tiveram saldo positivo de 2,627 bilhões de dólares. Analistas esperavam um fluxo mais tímido no começo do mês devido ao agravamento da crise internacional.

"A 'cara' do mês não era tão favorável. Teve saída em bolsa, uma balança comercial modesta, e algumas notícias de captação (externa). Nada que justificasse esse fluxo todo. A avaliação que nos veio é que realmente houve uma antecipação do IOF", disse Zeina Latif, economista do Banco Real.

Desde segunda-feira, os estrangeiros estão sujeitos à cobrança de 1,5 por cento de IOF sobre seus investimentos em renda fixa. A medida foi anunciada pelo governo como parte do esforço para limitar a valorização do real. As medidas foram anunciadas formalmente na quarta-feira passada.

Em fevereiro, o fluxo cambial ficou positivo em 3,246 bilhões de dólares. No ano, o país acumula agora entrada líquida de 10,649 bilhões de dólares.

(Por Silvio Cascione; Edição de Alexandre Caverni)