Fed tem que avaliar efeito de ajuda sobre crescimento e inflação

sexta-feira, 19 de setembro de 2008 14:24 BRT
 

CHICAGO, 19 de setembro (Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Chicago, Charles Evans, afirmou nesta sexta-feira que o banco central norte-americano precisa ter uma melhor avaliação sobre como as medidas adotadas para dar suporte aos mercados financeiros podem impactar seus objetivos centrais, que são promover um crescimento sustentável e inflação baixa.

"Existem implicações inflacionárias decorrentes de uma troca de papéis líquidos do Tesouro por ativos de menor liquidez?", perguntou Evans retoricamente, em discurso preparado para uma conferência em Zurique.

Evans, que não é um membro com direito a voto do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Fed em 2008, não discutiu as perspectivas sobre as políticas econômica ou monetária.

Desde que a crise de crédito estouro em agosto de 2007, "as decisões políticas do Fomc foram calibradas em parte para evitar 'um ciclo adverso de realimentação' entre problemas na estabilidade dos mercados financeiros e a economia real", acrescentou.

(Rerportagem de Ros Krasny)