Revisão para baixo de ações do Citigroup derruba mercado nos EUA

segunda-feira, 19 de novembro de 2007 19:53 BRST
 

Por Kristina Cooke

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em queda nesta segunda-feira, após uma corretora ter revisado para baixo a recomendação para as ações do Citigroup, o que aumentou preocupações de que mais perdas por conta do mercado imobiliário de alto risco possam surgir.

O índice Dow Jones recuou 1,66 por cento, para 12.958 pontos; o Standard & Poor's 500 cedeu 1,75 por cento, para 1.433 pontos; e o termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 1,66 por cento, a 2.593 pontos.

O Goldman Sachs deu o tom da sessão ao recomendar a investidores que vendessem ações do Citigroup, afirmando que o banco pode ter uma baixa contábil de 15 bilhões de dólares por perdas com hipotecas.

A maior resseguradora do mundo, a Swiss Re, também trouxe preocupações de que perdas com a crise global do crédito possam ter sido amplas, após ter anunciado 1,07 bilhão de dólares em baixas contábeis.

"Todo mundo está esperando que haverá mais encargos e baixas contábeis", disse Sam Rahman, gerente de contas do Baring Asset Management, em Boston. "Mas a redução do Goldman na recomendação do Citigroup pegou o mercado de surpresa", complementou.

As ações do Citigroup caíram 5,9 por cento, para 32 dólares, enquanto os papéis do Bank of America desvalorizaram 3,5 por cento, para 42,82.