BOLSA EUROPA-Commodities ajudam a manter índices em alta

segunda-feira, 19 de maio de 2008 09:16 BRT
 

Por Sitaraman Shankar

LONDRES, 19 de maio (Reuters) - As principais bolsas européias operavam em alta na manhã desta segunda-feira à medida em que ações de empresas de commodities compensavam as perdas do setor financeiro, enquanto comentários de uma corretora tiravam força do Royal Bank of Scotland (RBS) (RBS.L: Cotações) e British Airways BAY.L.

Às 9h12 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que acompanha as principais empresas da Europa, tinha alta de 0,25 por cento, aos 1.368 pontos, caminhando para o terceiro dia consecutivo de alta. O índice acumula valorização de 2 por cento este mês, dando continuidade a uma recuperação de 6 por cento em abril.

Ações do setor petrolífero figuravam entre as maiores altas do dia, com a Total (TOTF.PA: Cotações) subindo 0,26 por cento, o BG Group BG.L avançando 3,2 por cento e a BP (BP.L: Cotações) em alta de 1 por cento, com o petróleo no patamar dos 126 dólares o barril.

Quatro mineradoras se destacavam na bolsa britânica -- Kazakhmys (KAZ.L: Cotações), Vedanta (VED.L: Cotações), Anglo American (AAL.L: Cotações) e Lonmin (LMI.L: Cotações) subiam 3,1 a 4,86 por cento.

"Sou um dos que acredita na alta das commodities no logo prazo, mas esperamos uma correção em algum ponto já que elas estão muito 'overbought' (super valorizadas)", afirmou um estrategista do Fortis, em Bruxelas.

O Royal Bank despencava 5,8 por cento e encabeçava a baixa no setor bancário depois que o Goldman Sachs reduziu preço-alvo da ação da instituição.

Outras instituições financeiras também perdiam, com a Alliance & Leicester ALLL.L caindo 3,2 por cento, o HBOS tinha queda de 2,8 por cento e o Société Générale (SOGN.PA: Cotações) recuava 1,8 por cento.

A britânica Bradford & Bingley BB.L despencava 13,3 por cento por temores acerca de suas perspectivas e pedido de recursos de 300 milhões de libras.   Continuação...