20 de Maio de 2008 / às 10:33 / em 9 anos

PANORAMA1-IPC-Fipe e IGP-M são destaques aqui, EUA têm PPI

SÃO PAULO, 20 de maio (Reuters) - A terça-feira é o dia da inflação, aqui e nos Estados Unidos. E com o assunto tão em voga ultimamente no mundo todo, devido aos recordes das commodities, os dados poderão agitar os mercados.

O dia começou com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo da Fipe, que subiu 0,89 por cento na segunda quadrissemana do mês, acima da alta de 0,68 por cento na primeira e da previsão de analistas ouvidos pela Reuters de 0,75 por cento.

Depois vem o IGP-M da segunda leitura do mês e a previsao é de elevação de 1,51 por cento, bem acima da alta de 0,37 por cento de igual período de abril.

"Trabalhamos com... as seguintes variações desagregadas: IPA (2 por cento); IPC (0,45 por cento); e INCC (0,85 por cento contra, respectivamente, 0,22 por cento, 0,63 por cento e 0,75 por cento, em igual período de abril)", afirmou Elson Teles, economista-chefe da Concórdia Corretora, em nota.

"Tanto os preços agrícolas quanto os industriais devem apresentar variação em torno de 2 por cento nesta apuração."

Nos Estados Unidos, o destaque fica com os preços no atacado, que devem ter subido 0,4 por cento em abril, ante avanço de 1,1 por cento no mês anterior. A previsão para o núcleo é de avanço de 0,2 por cento, mesma variação de março.

Para a agenda de indicadores do dia, clique [nN19220]

Veja como encerraram os principais mercados na segunda-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,650 real, em alta de 0,49 por cento. O volume do segmento interbancário foi de 1,362 bilhão de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa subiu 0,92 por cento, a 73.438 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 11,7 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de 0,15 por cento, aos 43.976 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em alta na BM&F. O DI janeiro de 2009 subiu a 13,09 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 avançou a 14,27 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 136,938 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 4,88 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil operava estável a 205 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 256 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI avançou 0,32 por cento, a 13.028 pontos. O Nasdaq .IXIC caiu 0,50 por cento, para 2.516 pontos. O índice S&P 500 .SPX avançou 0,09 por cento, aos 1.426 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia e o rendimento recuava para 3,83 por cento no final da tarde.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Reportagem de Vanessa Stelzer; Edição de Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below