BC Europeu vai agir para evitar aumento da inflação

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007 09:42 BRST
 

BRUXELAS (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) não hesitará em tomar medidas para impedir que os preços do petróleo e dos alimentos afetem a inflação, afirmou o presidente da instituição, Jean-Claude Trichet, durante audiência no Parlamento Europeu nesta quarta-feira.

A inflação na zona do euro deve desacelerar gradualmente no próximo ano, mas os fundamentos que sustentam o crescimento econômico continuam sólidos, disse Trichet. Os comentários do presidente do BCE ficaram em linha com o pronunciamento feito por ele em 6 de dezembro, depois que o BCE decidiu manter a taxa básica de juro da região em 4 por cento.

A credibilidade do BCE no combate a inflação vai ajudar a garantir que o aumento temporário da inflação, causado pelos preços mais altos das commodities, não seja refletido na demanda por salários mais altos e aumento dos preços dos bens de consumo, disse Trichet.

Mas o BC europeu poderá tomar medidas mais concretas se for necessário. "Agindo de maneira firme e em tempo, com base em suas avaliações, o conselho diretor (do BCE) vai garantir que tais efeitos secundários e os riscos para a estabilidade de preços ao longo do médio prazo não se materializem", disse o presidente do BCE.

(Reportagem de Huw Jones)

 
<p>O Banco Central Europeu (BCE) n&atilde;o hesitar&aacute; em tomar medidas para impedir que os pre&ccedil;os do petr&oacute;leo e dos alimentos afetem a infla&ccedil;&atilde;o, afirmou o presidente da institui&ccedil;&atilde;o, Jean-Claude Trichet, durante audi&ecirc;ncia no Parlamento Europeu nesta quarta-feira. Photo by Reuters</p>