23 de Dezembro de 2007 / às 17:54 / 10 anos atrás

ESTRÉIA-Fernanda Montenegro está em adaptação de García Márquez

SÃO PAULO, 23 de dezembro (Reuters) - Fernanda Montenegro tem sido insistentemente cortejada pelo mercado internacional, depois do sucesso de "Central do Brasil", que lhe valeu o prêmio de melhor atriz no Festival de Berlim em 1998 e também uma indicação ao Oscar no ano seguinte.

A veterana atriz, enérgica como sempre em seus 78 anos, resolveu aceitar o convite do diretor inglês Mike Newell, fazendo de "O Amor nos Tempos do Cólera" sua estréia em um filme internacional, falando inglês.

A produção entra em cartaz no Brasil na terça-feira de Natal.

Além de Fernanda, o filme conta com a participação de outros dois brasileiros -- o diretor de fotografia Affonso Beato e o compositor Antonio Pinto, este último autor da melodia da canção "Despedida", que tem letra de Shakira e concorre ao Globo de Ouro 2008.

Autor do livro original, o colombiano e Prêmio Nobel de Literatura Gabriel García Márquez levou três anos para concordar em vender os direitos da adaptação ao produtor Scott Steindorff.

O resultado está numa grande produção internacional, falada em inglês, com atores de diferentes países. Além da brasileira Fernanda, atuam no elenco o espanhol Javier Bardem, a italiana Giovanna Mezzogiorno, os colombianos Catalina Sandino Moreno, John Leguizamo e Angie Cepeda, as mexicanas Ana Claudia Talancón e Laura Harring e o norte-americano Benjamim Bratt.

O enredo conta a história de uma paixão capaz de durar mais de 50 anos, contra todas as decepções, na virada do século 19 ao 20. Quando adolescente, o hoje funcionário do correio Florentino Ariza apaixonou-se loucamente por Fermina Daza, filha de um comerciante arrojado e agressivo (John Leguizamo).

O pai da menina proíbe o namoro, faz de tudo para separá-los, mandando a filha para longe. O romance sobrevive a tudo, alimentado pelas cartas dos enamorados. Até o dia em que a própria Fermina (Giovanna Mezzogiorno) desiste por si mesma da ligação com Florentino (Javier Bardem), para se casar com o médico Juvenal Urbino (Benjamim Bratt). Florentino, porém, nunca desistirá de esperá-la.

Fernanda Montenegro interpreta Tránsito Ariza, devotada mãe de Florentino, que faz de tudo para ajudar e proteger o filho.

Ser falado em inglês torna o filme mais comercial, mas dá um toque artificial aos diálogos, especialmente diante de platéias latinas.

O maior problema, porém, está na escalação da italiana Giovanna Mezzogiorno, bela e competente atriz, mas que se mostra fria demais na pele da indomável Fermina Daza. O equívoco seria menos notado se ao seu lado não estivesse Catalina Sandino Moreno (indicada ao Oscar por "Maria Cheia de Graça"), que rouba a cena como sua prima Hildebranda.

O mais grave é que o diretor inglês não soube encontrar o tom que traduzisse a ambivalência do mundo criado por García Márquez, que une o romântico ao ridículo, o sublime ao cômico com uma maestria que lhe valeu o Nobel.

Encontrar o equivalente cinematográfico para este rico mundo do escritor colombiano mostrou-se tarefa além das forças do cineasta, diretor de "Quatro Casamentos e um Funeral" (1994) e "Harry Potter e o Cálice de Fogo" (2005). Sem ser de todo ruim, "O Amor nos Tempos do Cólera" não tem na tela a força que a história original permitiria esperar.

A obra de García Márquez é, certamente, de uma dificuldade de transposição quase insuperável para o cinema. Vários diretores já tropeçaram antes em suas histórias, caso, por exemplo, de Ruy Guerra em "Erêndira" (1983) e "A Fábula da Bela Palomera" (1988), embora tenha sido mais feliz em "O Veneno da Madrugada" (2004).

Por Neusa Barbosa, do Cineweb, edição Fernanda Ezabella

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below