Bispo será internado mas greve de fome continua, diz CPT

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007 20:35 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O bispo de Barra (BA), dom Luiz Flávio Cappio, será internado em um hospital de Petrolina (PE) após 23 dias em greve de fome, em protesto contra o projeto de transposição do rio São Francisco.

Segundo a Comissão Pastoral da Terra da Bahia (CPT) e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNNB), a greve de fome não foi encerrada e o bispo deve receber apenas soro.

"Não terminou a greve de fome", disse um representante da CPT por telefone à Reuters. "Ele não vai ser alimentado na internação". "Só ele mesmo vai poder decidir (sobre a greve de fome) quando voltar à consciência", disse o representante, acrescentando que, no momento, Cappio está "semiconsciente".

A determinação da internação foi feita pelo médico que acompanha o bispo, o frei Klaus Finkan, após o padre ter perdido a consciência nesta quarta-feira.

Nesta quarta-feira, em duas decisões, o Supremo Tribunal Federal (STF) assegurou a continuidade das obras do São Francisco.

(Reportagem de Sérgio Spagnuolo)