ATUALIZA-VALE fecha seu 1o ajuste de minério em 2008 na Europa

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008 12:16 BRT
 

(Texto atualizado com mais informações)

Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO, 19 de fevereiro (Reuters) - A siderúrgica ThyssenKrupp Steel, a maior da Alemanha, fechou com a Vale (VALE5.SA: Cotações) aumento de 65 por cento para o preço do minério de ferro produzido em Minas Gerais e de 66 por cento para a produção de Carajás, no Pará.

Foi o primeiro acordo fechado com uma companhia européia, na sequência das negociações concluídas com as siderúrgicas do Japão e da Coréia do Sul.

No caso da Thyssen, houve uma diferença com relação ao percentual de aumento do minério de Carajás na comparação com o que foi acordado com as asiáticas, que ficou em 71 por cento.

Segundo a Vale, o percentual do ajuste é maior para a Ásia devido ao menor preço do minério praticado historicamente na região.

"O valor do prêmio para o minério de Carajás é o mesmo nos dois casos, mas como o preço do minério na Europa é mais caro, o percentual de aumento fica menor", explicou uma assessora da Vale.

O prêmio pago pelas empresas pelo minério de Carajás, considerado o melhor do mundo, é de 0,0619 dólar por unidade de ferro acima do preço de 2008 para o minério produzido no Sistema Sul e Sudeste (SSF-MG), que teve aumento de 65 por cento.   Continuação...