Bolsas da Ásia caem com foco em inflação e petróleo

terça-feira, 20 de maio de 2008 08:24 BRT
 

Por Kevin Plumberg

HONG KONG (Reuters) - As principais bolsas asiáticas recuaram nesta terça-feira, dando fim à uma sequência de seis sessões em alta e derrubadas por ações de redes devarejo e de empresas do setor imobiliário à medida em que a persistente alta no preço do petróleo deu mais força a medos de inflação.

O petróleo nos Estados Unidos foi negociado a 127 dólares o barril após recorde de fechamento na segunda-feira, graças também ao comentário do presidente de Opep, Chakib Khelil, que afirmou que o cartel não aumentará a produção em sua próxima reunião em setembro.

Às 7h57 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico exceto Japão tinha queda de 1,29 por cento, em 496 pontos. O MSCI acumula queda de 6,3 por cento no ano.

Os preços do petróleo subiram cerca de 30 por cento este ano e os altos custos de energia disseminaram medo entre os investidores de que os consumidores e economias pelo mundo irão reduzir seus gastos no momento em que a economia desacelerar.

O índice Hang Seng da bolsa de HONG KONG perdeu 2,23 por cento, para 25.169 pontos, com alguns papéis figurando entre as maiores baixas do continente.

A China Mobile, maior operadora de celular do mundo em número de usuários, recuou 2,9 por cento depois que o crescimento no número de assinantes desacelerou em abril.

A bolsa de SYDNEY caiu 0,7 por cento, aos 5.908 pontos com o Macquarie Group, maior banco de investimento do país, tendo uma das piores performances do índice depois de ter afirmado que enfrentou um ano desafiador.

Em XANGAI, o principal índice fechou em baixa de 4,48 por cento, aos 3.443 pontos. Em TÓQUIO, a bolsa fechou com queda de 0,77 por cento, aos 14.160 pontos, depois de terminar a segunda-feira em seu maior nível desde janeiro.   Continuação...